Skip to content

Rigmor Gustafsson – Close To You

maio 13, 2013

Quem tem menos de 40 anos jamais vai entender a real importância do compositor Burt Bacharach para a música pop. Suas músicas reinaram quase que absolutas nos anos 60, na voz da cantora Dionne Warwick. Clássicos como “Raindrops Keep Falling On My Head”, “Alfie” e “(They Long To Be) Close To You” embalaram muitos romances e tornaram-se trilha sonora de toda uma geração.

O “desaparecimento” de Bacharach e Dionne do cenário musical, nos últimos 20 anos, é um fato triste e que só ajudou a torná-los ainda mais estranhos para várias gerações pós anos 70. Apesar disso, a música de Burt Bacharach continua a ser gravada e se mantém no inconsciente coletivo.

Um bom exemplo é o disco da cantora sueca Rigmor Gustafsson, Close To You – Celebrating Dionne Warwick, lançado pela gravadora ACT, em 2004. Quase desconhecida pelo mercado norte-americana, Rigmor é considerada uma das maiores revelações da música sueca da última década. Neste disco, como o título já diz, a cantora faz uma homenagem à Dionne Warwick, principal intérprete das composições de Bacharach. Além disso, Rigmor é acompanhada do trio do pianista alemão Jacky Terrasson e conta ainda com a participação do trombonista Nils Landgren, que também produz o álbum.

O CD não é um songbook com canções de Bacharach e Hal David, seu grande parceiro, mas o compositor aparece em 10 das 14 faixas. O disco abre com um de seus mais famosos temas, “(They Long To Be) Close To You”. O arranjo jazzístico cria a atmosfera perfeita para a voz suave de Rigmor. O mesmo acontece com outro clássico de Bacharach, “Walk On By”. Em seguida, é a vez “Move Me No Mountain”, composta por Jerry Ragovoy, com destaque para o trombone de Landgren, “So Amazing”, do cantor Luther Vandross, e “Much Too Much”, com Terrasson atacando com o órgão Fender Rhodes.

Bacharach volta nas inesquecíveis “I’ll Never Fall In Love Again”, “What The World Needs Now”, “Always Something There To Remind Me” e “Raindrops Keep Falling On My Head”, tema imortalizado no filme Butch Cassidy & The Sundance Kid, de 1969. Para terminar, dois momentos intimistas. Em “Odds And Ends”, Rigmor é acompanhada apenas do baixo de Sean Smith e da bateria de Eric Harland e em “Alfie”, Rigmor arrebata de vez o ouvinte com uma versão irrepreensível.

Para quem quer conhecer um pouco mais a obra de Burt Bacharach, aqui vão três dicas. A primeira é a caixa com três CDs, Look Of Love:Burt Bacharach Collection, que traz 75 canções do compositor. A segunda é o álbum One Amazing Night, com Bacharach tocando seus grandes sucessos ao lado de músicos da nova geração, como Sheryl Crow, Elvis Cotello, All Saints e Ben Five Folds. A última é o disco Blue Note Plays Burt Bacharach, com jazzistas do quilate de Stanley Turrentine, Grant Green, Ernie Watts e a cantora Nancy Wilson.

http://www.sobresites.com/jazz/dicascd/gustafsson.htm

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: